Jogos teatrais e fracasso escolar: uma proposta de intervenção clínica e pedagógica sob orientação psicanalítica

Ana Lydia Santiago, Libéria Neves

Resumo


Este trabalho apresenta os resultados parciais de uma pesquisa-intervenção clínica e pedagógica, realizada junto a crianças em situação de fracasso escolar. A partir das queixas de dificuldades de aprendizagem identificadas pelos docentes, elaborou-se um programa de vivências semanais, por meio do uso de jogos teatrais, para o período de um ano. Objetivou-se, na escolha dos jogos, a estimulação das funções cognitivas envolvidas nos processos de aprendizagem – o que caracteriza a intervenção pedagógica. Para além disso, visou-se abordar questões relativas à subjetividade das crianças participantes em relação às suas dificuldades escolares – o que caracteriza a intervenção clínica. A análise do material e dos efeitos da intervenção pautou-se na contribuição da psicanálise. Foi possível verificar que o uso de jogos teatrais, no âmbito da educação, pode se configurar como uma prática pedagógica e terapêutica do fracasso escolar. Este trabalho descreve um dos seis casos estudados.

Palavras-chave


psicanálise, educação, teatro, jogos teatrais, subjetividade, fracasso escolar.

Texto completo: HTML PDF


Universidade Federal do Rio de Janeiro - Centro de Filosofia e Ciências Humanas - Instituto de Psicologia

Av. Pasteur, 250 - Pavilhão Nilton Campos, Praia Vermelha - Urca
CEP: 22290-902 - Rio de Janeiro-RJ - arquivosbrap@psicologia.ufrj.br
Portal Capes
Minerva

Indexação
Lilacs
Pepsic
Index Psi Periódicos (BVS - Psi)
Latindex
Scopus
Clase
Psicodoc
Redalyc
PsycINFO

Apoio:
UFRJ/Capes/CNPq/FAPERJ