A adoção de crianças no contexto da homoparentalidade

Ludgleydson Fernandes de Araújo, Josevânia da Silva Cruz de Oliveira

Resumo


O objetivo do presente estudo foi apreender e comparar as Representações Sociais (RS) de estudantes em fase final dos cursos de Psicologia e de Direito, acerca da adoção de crianças por casais homossexuais. Participaram 104 universitários, de ambos os sexos (56% feminino e 44% masculino), sendo 51 concluintes do curso de Direito e 53 concluintes do curso de Psicologia, que responderam ao Teste de Associação Livre de Palavras (TALP). Os dados foram analisados pelo software Tri-Deux-Mots, por meio da análise fatorial de correspondência. Em ambos os grupos, verificou-se uma visão de família embasada no modelo nuclear de orientação heterossexual. Foram percebidas atitudes flagrantes de preconceito ante o homossexual, as quais se reproduziram com bastante nitidez nos posicionamentos majoritariamente contrários à adoção de crianças por casais homossexuais. Esses resultados denotam a necessidade de pesquisas e intervenções futuras que contemplem os aspectos biopsicossociais da homossexualidade.

Palavras-chave


adoção; casais homossexuais; representações sociais

Texto completo: HTML PDF


Universidade Federal do Rio de Janeiro - Centro de Filosofia e Ciências Humanas - Instituto de Psicologia

Av. Pasteur, 250 - Pavilhão Nilton Campos, Praia Vermelha - Urca
CEP: 22290-902 - Rio de Janeiro-RJ
Portal Capes
Minerva

Indexação
Lilacs
Pepsic
Index Psi Periódicos (BVS - Psi)
Latindex
Scopus
Clase
Psicodoc
Redalyc
PsycINFO

Apoio:
UFRJ/Capes/CNPq/FAPERJ