Freud e sua relação com o saber

Beethoven Hortencio Rodrigues da Costa, Maria Cristina Machado Kupfer

Resumo


O artigo propõe uma construção teórica em torno da relação de saber entre Freud e seu mestre Charcot a fim de impulsionar novas pesquisas sobre a relação professor-aluno com base nos construtos psicanalíticos. O professor, sem saber, sublinhou no aluno um anseio que este já carregava, a busca por algo inédito: a psicanálise. O trabalho com o inesperado é a posição investigativa por excelência que é fruto dessa relação. Espera-se, por fim, que isso não seja tomado como modelo pelos alunos, mas que cada um precisa empenhar-se em encontrar sua originalidade acerca do saber herdado.

Palavras-chave


Psicanálise; Ensino; Saber; Freud; Charcot.

Texto completo: PDF HTML


Universidade Federal do Rio de Janeiro - Centro de Filosofia e Ciências Humanas - Instituto de Psicologia

Av. Pasteur, 250 - Pavilhão Nilton Campos, Praia Vermelha - Urca
CEP: 22290-902 - Rio de Janeiro-RJ
Portal Capes
Minerva

Indexação
Lilacs
Pepsic
Index Psi Periódicos (BVS - Psi)
Latindex
Scopus
Clase
Psicodoc
Redalyc
PsycINFO

Apoio:
UFRJ/Capes/CNPq/FAPERJ